top of page
  • Foto do escritorDaluco

Ford F-1 1951

Atualizado: 17 de dez. de 2023



A primeira picape da série F da Ford foi introduzida em 1948, substituindo o modelo anterior, construído na plataforma dos automóveis da linha. Era uma picape com aparência moderna e com caçamba de superfície plana, de peça única e faróis integrados à carroceria. Trazia vários opcionais, como limpador e lavador do pára-brisa (com êmbolo acionado pelo pé) e pára-sol para o passageiro.

A picape F-1 era também disponível com frisos cromados e duas buzinas como opcional. Todas as séries F estavam disponíveis com tração 4x4 até 1959.

O design das picapes série F pouco mudou de 1948 a 1952. De 1948 a 1950, a grade era uma série de barras horizontais e os faróis fixados nos para-lamas. Para 1951 e 1952, os faróis eram ligados por uma larga cruz aerodinâmica fixa com três suportes similarmente aerodinâmicos. O vidro traseiro era mais amplo, e mais tarde o painel de instrumentos foi redesenhado.

As picapes série F foram construídas em dezesseis diferentes plataformas nos EUA, por aqui a julgar pela propaganda da época apenas os modelos mais comuns foram comercializados. Pelos números de série pode-se saber o modelo, motor, ano, a plataforma de montagem, número e unidade. O modelo mais comum foi a F-1 com uma caçamba de 1/2 tonelada seguido pelo F-2 e F-3 Express, com caçamba de 3/4 de tonelada.


A MINIATURA


Apesar de belíssima essa mini veio com alguns problemas de fabricação, os enfeites laterais do capô estão tortos e um pouco grandes pro meu gosto, causando um aspecto feio, mas isso tem conserto para quem tem um pouco de paciência. Outro problema é a inclinação da caçamba, esse é um pouco mais complicado de arrumar, precisa de um calço, e depende de tempo e paciência. Além disso ela vem com belos pneus faixa branca, coisa que dificilmente corresponde a realidade de uma pickup destinada ao trabalho duro nas fazendas e não aos passeios luxuosos de uma cidade grande. Pesquisei e não encontrei nenhuma imagem em propaganda ou catálogo americano da época, no máximo a borda do aro branca e mais nada, sempre com pneu comum preto. Menos mal que dá pra aproveitar esses pneus em outra mini onde seriam mais apropriados.



Outro ponto que me chamou a atenção foi ver na propaganda que a Ford oferecia na época, aqui no Brasil, outras versões dessa caminhonete como a ambulância, o furgão fechado, Perua tipo station wagon e até a versão woodie com carroceria de madeira. Tantas opções que poderiam ter saído como miniatura nas coleções brasileiras no lugar daquelas infindáveis repetições com troca de cor que a DeAgostini nos "brindava"...

Até mais!

200 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page